Publicado em 22/12/2016 às 03:00 AM

ONU adota resolução sobre trégua na Síria que impacta Rússia

País de Putin é acusado pelos Capacetes Brancos de realizar ataques que teriam resultado na morte de 1200 civis

A Assembleia Geral da ONU decidiu nesta quarta-feira (21) que vai criar uma equipe especial para "coletar, consolidar, preservar e analisar provas", bem como para preparar casos de crimes de guerra e abusos de direitos humanos cometidos durante o conflito na Síria.

A Assembleia Geral aprovou uma resolução redigida por Liechtenstein para criar a equipe independente com 105 votos a favor, 15 contra e 52 abstenções. A equipe trabalhará em coordenação com a Comissão de Inquérito da ONU na Síria. Rússia Na semana passada, os Capacetes Brancos da ONU acusaram a Rússia de crimes de guerra. Segundo o grupo, o país foi responsável pela morte de 1200 civis, 380 deles crianças.

Os Capacetes Brancos, a Rede de Direitos Humanos da Síria, a Associação Independente de Médicos e o Centro de Documentação de Violações catalogaram as acusações em um documento de 39 páginas entregue à Comissão de Inquérito da ONU na Síria. Os papeis listam 304 supostos ataques irregulares entre julho e dezembro em Aleppo. Com informações daSputnik News Brasil.

Fonte: https://www.noticiasaominuto.com.br