Publicado em 01/03/2017 às 11:00 AM

Trump diz que imigrantes são os mais criminosos, embora estudos mostram o contrário

Trump diz que imigrantes são os mais criminosos, embora estudos mostram o contrário

Trump afirma que imigrantes cometem mais crimes que cidadãos dos EUA Trump afirma que imigrantes cometem mais crimes que cidadãos dos EUA

O presidente Donald Trump convidou familiares de vítimas mortas por imigrantes indocumentados para comparecerem ao seu primeiro discurso ao Congress, nesta terça-feira (28/02), enquanto o governo da Casa Branca continuou focando sua atenção na violência causada por imigrantes.

Trump deu início à sua primeira semana de mandato ordenando um relatório semanal sobre crimes cometidos por "imigrantes" depois de lançar sua bem-sucedida campanha presidencial alegando que o México estava enviando criminosos e estupradores para o país através da fronteira sul.

Entretanto, as grandes reivindicações de Trump sobre violências desenfreadas e crimes cometidos por imigrantes desafiam todos os tipos de fatos e dados. Enquanto imigrantes indocumentados têm cometido atos hediondos e crimes violentos, a taxa em que aqueles que vivem no país ilegalmente e cometem crimes não é mais alta do que a dos cidadãos dos EUA, de acordo com vários estudos e vários especialistas.

E quando se trata de imigrantes legais, os relatórios indicam que eles são realmente menos propensos a cometer crimes do que aqueles nascidos nos EUA. Um estudo publicado em 2015 intitulado "A Natureza do Crime: continuidade e mudança" mencionou que imigrantes não têm efeito sobre as taxas de criminalidade e são menos propensos a tornar-se encarcerados do que os nativos americanos.

"Aproximadamente 1,6 por cento dos imigrantes do sexo masculino estão encarcerados, em comparação com 3,3 por cento dos nativos", Ramiro Martinez Jr. e Matthew T. Lee, os principais autores do estudo. "A disparidade nas taxas de encarceramento tem existido por décadas, como evidenciado pelos dados do censo de 1980, 1990 e 2000. Em cada um desses anos, as taxas de encarceramento dos nativos eram em qualquer lugar de duas a cinco vezes maior do que a dos imigrantes".

Ativistas questionaram os motivos do Trump para divulgar relatórios semanais de crimes de imigrantes, dizendo que seu governo tem repetidamente falhado em enfrentar outros picos de crimes, incluindo atos anti-semitas, ameaças de bomba e violência contra a comunidade muçulmana.

Fonte: Brazilian Times