Publicado em 01/03/2017 às 06:05 PM

Trump pede compromisso do Congresso para uma reforma imigratória

O presidente disse que se os Legisladores se comprometerem com ele, um caminho para a legalização poderá ser aberto

Trump conversa com executivos de TV Trump conversa com executivos de TV

Presidente Donald Trump está aberto a se comprometer com um projeto de reforma de imigração, de acordo com um alto funcionário do governo. Um gesto que poderia suavizar a abordagem "linha-dura" adotado pelo chefe do executivo sobre esta questão.

Trump discutiu, a vontade, meios de avançar na reforma da imigração, durante um almoço com âncoras de TV. A reunião aconteceu nesta terça-feira à (28/02), antes de sua primeira sessão conjunta com o Congresso. "É o momento certo para uma lei de imigração, desde que haja compromisso em ambos os lados", disse o funcionário.

Durante o almoço, que aconteceu na Casa Branca, com âncoras de 18 organizações, Trump e alguns de seus altos funcionários, o tema que dominou a conversa foi a imigração.

Até o presente momento, Trump continua a pressionar por uma repressão abrangente em matéria de imigração, prometendo avançar com a construção de um muro na fronteira, capacitando funcionários do setor de deportação e tentando proibir temporariamente a imigração de pessoas de sete países, maioria muçulmana.

De acordo com editor de política do C-SPAN e âncora, Steve Scully, que estava presente no almoço, Trump também falou sobre a Coreia do Norte, Obamacare, ISIS, China e redução no custo do Air Force One.

As ameaças a Jewish Community Centers e vandalismo em cemitérios judaicos não foi discutido, embora o âncora da CBS News, Scott Pelley, tenha feito a pergunta.

O almoço seguiu semelhante a um jantar na noite anterior, também na Casa Branca, mas com um grupo de 20 âncoras regionais.

Entre a reunião de novembro, onde foi mais calorosa e aquecida pelas diferenças de ideias entre Trump, os executivos de televisão e os âncoras, o almoço desta terça-feira foi mais calmo e Trump foi descrito como "muito amigável e charmoso".

A Primeira-Dama Melania Trump também parou para dizer "olá", embora ela não ficou presente a reunião inteira.

A reunião foi provavelmente o maior almoço com âncoras de TV de todos os tempos na Casa Branca. Todos ficaram empolgados com o posicionamento do presidente em afirmar que se houver um compromisso entre os legisladores e a presidência, é provável que se abra um caminho para a reforma imigratória.

O presidente pretende apresentar seu plano para legalizar os trabalhadores imigrantes.

Fonte: Brazilian Times