Publicado em 17/03/2017 às 08:00 AM

Comunidade faz campanha para brasileiro que morreu de câncer em Everett

Rodrigo descobriu o diagnóstico de câncer de fígado no início de março e morreu 12 dias depois da descoberta.

O carioca Rodrigo Daleprane, de 40 anos, morava nos Estados Unidos desde 2015. O carioca Rodrigo Daleprane, de 40 anos, morava nos Estados Unidos desde 2015.

Nascido no Rio de Janeiro, o brasileiro Rodrigo Daleprane deixou a cidade maravilhosa muito novo para viver no interior do Espírito Santo, em uma cidade chamada Santa Maria de Jetiba. Em 2015 Rodrigo decidiu deixar o Brasil para tentar a vida nos Estados Unidos.

Daleprane morou na região do Cape Cod (Massachusetts), mas atualmente morava em Everett com sua esposa Claudeti Simoura, onde trabalhava com pintura.

No início de março Rodrigo descobriu o diagnóstico de câncer no fígado, mas a doença já estava em estado avançado e não houve tempo suficiente para o brasileiro, de 40 anos, lutar ou mesmo reagir aos tratamentos no Boston medical center, onde estava internado e 12 dias após a descoberta da doença, ele faleceu.

Homenagem da esposa

“Nascia em 11/17/1976 Rodrigo Daleprane, um bebê, um menino, uma infância difícil cheio de obstáculos, de repente um jovem cheio de sonhos, estudou, se formou um enfermeiro, dedicado, paciente e responsável. As circunstâncias da vida o separou do irmão, perdeu a mãe, pai e sozinho não desistiu de lutar. Cheio de projetos e sonhos decidiu tentar a vida fora do país, junto com este projeto também o sonho de reencontrar o irmão. Chegou nos Estados Unidos em agosto de 2015. Ufa! Que alívio se sentiu acolhido amado e seu coração encheu-se de esperança. (Nova vida, assim dizia ele nas redes sociais) Ainda tinha mais, o sonho de se casar. Em julho de 2016 estava ele se casando, agora sim... os sonhos e projetos futuros seriam a dois, finalmente Rodrigo tinha a sua casa, sua esposa sua família. O destino se encarregou de trazer a este homem sonhador uma enfermidade a qual abalou a estrutura da família. Rodrigo recebeu um diagnóstico que estava acometido por um câncer no fígado após não se sentir bem fisicamente. A enfermidade tirou de Rodrigo o direto de desfrutar da família, Rodrigo passou então a lutar com suas forças para ser curado, agarrou - se em oração esperando que Deus pudesse fazer um milagre, que Deus pudesse usar a medicina a teu favor e infelizmente a medicina não pode fazer nada. Foram doze dias de angústia, de batalha de luta tentando e infelizmente Rodrigo veio a falecer no dia quatorze me marco. Como esposa de Rodrigo fica aqui muita gratidão por ter feito parte da minha vida, apesar de tão pouco tempo juntos, posso dizer que foi anjo conectado a mim para ser benção, eu entendo que Deus faz as coisas certas na hora certa porque Ele é Deus. Que nos entendamos através da vida de Rodrigo que a vida é um sopro e sendo assim, devemos viver cada momento com intensidade como se fosse o último. Muito obrigada por tudo! Um dia nos encontramos na eternidade!”

Claudeti Simoura 03/15/17

Campanha

Amigos e familiares de Rodrigo estão fazendo uma campanha online para arrecadar os recursos necessários para que o corpo do brasileiro possa ser enviado ao Brasil. Para fazer a sua contribuição acesse: https://www.youcaring.com/dalepranefamily-776324.

Fonte: Brazilian Times