Publicado em 17/03/2017 às 12:00 PM

Familiares lutam para saber a causa da morte de brasileiro preso em Hartford (CT)

Rubens estava preso há sete meses. Familiares ainda não sabem a causa da morte e fazem campanha para que o corpo possa ser enviado ao Brasil.

Brasileiro estava preso há sete meses após não ter dinheiro para pagar o ticket do trem Brasileiro estava preso há sete meses após não ter dinheiro para pagar o ticket do trem

Natural de Anápolis (Goiás), o brasileiro Rubens Ferreira Gonçalves, 29 anos, veio para os Estados Unidos cheio de sonhos. Solteiro e sem filhos, Gonçalves morava em Stamford (Connecticut) e trabalhava como carpinteiro e pintor.

De acordo com amigos, Rubens não tinha antecedentes criminais, mas em 2016 se envolveu em um acidente de trânsito e não reportou a polícia por não ter carteira de habilitação válida.

Ainda de acordo com relatos de amigos de Rubens ao Brazilian Times, há sete meses o brasileiro encontrava-se detido na penitenciária de Hartford (CT), pois ao embarcar em um trem ele estava sem a carteira para pagar o ticket e foi levado para a delegacia o que posteriormente, acabou em uma detenção.

Na noite de domingo, dia 05 de março, Gonçalves entrou em contato com um dos amigos e conversou normalmente. No dia 09 de março, o hospital Hartford teria entrado em contato com a família de Rubens informando que ele estava internado, já com morte cerebral e respirando através de aparelhos. A informação passada a família foi a de que Gonçalves teria sido transferido do presídio para uma clínica e que o encontraram caído no chão do banheiro dessa clinica às 5 am. A causa da morte não foi divulgada.

Familiares e amigos estão em contato com o Consulado Geral do Brasil em Hartford e com algumas ONG's, para assim, tentarem obter informações mais precisas sobre o que aconteceu com Rubens que resultou na morte do brasileiro.

O governo do Estado de Goiás está sendo solidário à família e se comprometeu a custear metade do valor necessário para o envio do corpo de Rubens ao Brasil, para que familiares e amigos possam se despedir dele. Também em solidariedade à família, amigos criaram uma página de arrecadação online, para conseguirem o valor restante. Para fazer a sua colaboração, acesse: https://www.gofundme.com/rubens-funeral-expenses-in-brazil.

Fonte: Brazilian Times