Publicado em 15/05/2017 às 10:00 AM

Caminhada contra as drogas reuniu a comunidade brasileira em Framingham

O evento teve o objetivo de conscientizar a comunidade sobre os impactos que as drogas trazem para a família e para a sociedade.

A comunidade brasileira apoiou a iniciativa do evento A comunidade brasileira apoiou a iniciativa do evento

No início do ano a diretora da Rede ABR, Ilma Paixão, recebeu a visita de uma mãe brasileira que estava em busca de auxílio para cuidar do seu filho que havia se viciado em drogas pesadas. Compadecida com o caso, Ilma buscou auxílio para aquela mãe aflita e descobriu então que diversas mães brasileiras passavam pela mesma situação desesperadora e que, muitas vezes, por falta de documentos elas tinham receio de pedir ajuda especializada para as autoridades competentes. À partir daí surgiu o projeto 'Mother's March Against Drugs'.

Uma das iniciativas desse projeto foi a caminha que aconteceu na manhã do último sábado, dia 14, na cidade de Framingham (Massachusetts). O evento, que foi idealizado pela rede brasileira ABR, e que teve o apoio de autoridades locais e estaduais, além de lideranças religiosas e comunitárias, teve como objetivo a conscientização da comunidade sobre os malefícios e consequências causadas pelas drogas tanto para os usuários, como para a família, as pessoas que os cercam e a sociedade de forma geral.

O evento aconteceu em um trecho de 2 milhas em Framingham, onde acontece parte da Maratona de Boston, eles se reuniram em frente ao número 913 da Waverly Street e seguiram até Downtown Framingham, reunindo cerca de 200 pessoas, 80% delas da comunidade brasileira. “Nosso Objetivo é de criar um network, conectando famílias para marcharem juntas na semana do Dia das Mães. Passando a mensagem, para todos que tenham sido direta ou indiretamente impactados pelas drogas, de que eles não estão sozinhos. E nós não iremos desistir jamais”, dizia o convite feito a comunidade nas redes sociais.

Residente em Framingham e mãe de três filhos, a mineira de Governador Valadares Lucia Santos fez questão de comparecer ao evento com uma bandeira do Brasil e apoiar a causa. “Sou ouvinte da rádio e soube do evento através da programação. Isso era o que faltava em Framingham. Vai ajudar muitas mães da região. Foi essencial e uma das melhores coisas que a rádio poderia ter feito”, enfatizou a brasileira em entrevista ao Brazilian Times.

Além da diretora da rede ABR Ilma Paixão, que liderou o evento e levou consigo a sua equipe de profissionais, importantes nomes da comunidade brasileira estiveram presentes apoiando a causa, tais como a brasileira que é candidata à prefeitura de Framingham, Priscila Sousa e o padre Volmar Scaravelli, da igreja Saint Tarcisius.

"A ‘Mother's March Against Drugs', superou todas as nossas expectativas, porque apesar do dia frio e nublado, cerca de 200 pessoas marcharam alertando para os perigos das drogas que está atingindo as famílias de brasileiros. O apoio do empresariado, das autoridades e das lideranças religiosas foi imenso e houve o compromisso de promover a segunda edição da marcha no ano que vem. Sabemos que há problemas e dificuldades que merecem toda a nossa atenção e apoio, mas há coisas que não podem esperar e o combate às drogas é uma delas. Quero agradecer a todos os que participaram e aos voluntários", diz Ilma Paixão.

Fonte: Brazilian Times