Publicado em 17/05/2017 às 02:00 PM

Bilionário de Miami (FL) planeja fundos para defender imigrantes indocumentados

Bilionário de Miami (FL) planeja fundos para defender imigrantes indocumentados

O bilionário Mike Fernandez quer ajudar os imigrantes O bilionário Mike Fernandez quer ajudar os imigrantes

Para contrariar a política agressiva de deportação da administração Trump, um magnata do ramo de saúde em Miami (Florida) planeja gastar os próximos anos angariando e investindo dinheiro para defender imigrantes indocumentados em tribunal.

Mike Fernandez, um mega doador republicano que virou independente em Coral Gables, pretende criar uma organização política sem fins lucrativos nos próximos dias para ajudar os grupos existentes que prestam serviços jurídicos a imigrantes indocumentados que enfrentam a deportação dos EUA.

"Os imigrantes são a chave para a fibra e a sobrevivência econômica do nosso país", disse Fernandez. "Trabalhamos duro nas limpezas de cômodos, nos rebanhos de gados, nas colheitas de frutas e muito mais. Nós cuidamos dos idosos e fazemos o que ninguém faz", continua.

Ao longo dos próximos dois anos, Fernández espera levantar pelo menos US $ 5 milhões para o seu fundo bipartidário Immigration Partnership and Coalition (IMPAC). Mesmo se não conseguir doações, ele disse que pretende investir dinheiro do seu próprio bolso para ajudar as agências como Catholic Legal Services e Miami-based Americans for Immigrant Justice.

Ele disse que já assumiu a doação de US$500 mil para cada grupo.

A assistência vai para defender apenas imigrantes não criminosos, de acordo com Fernandez. "Parte do dinheiro também será usado para educar os imigrantes sobre os seus direitos, ajudá-los a solicitar residência ou cidadania e aumentar a consciência pública sobre o que os imigrantes fazem pela economia", acrescentou.

Sob Trump, o Departamento de Segurança Interna expandiu as categorias de imigrantes indocumentados como prioridade para deportação, além de reverter a posição mais recente da administração Obama.

Fernandez, 64, foi um dos principais apoiadores da campanha presidencial republicana de Jeb Bush. Ele prometeu apoiar a democrata Hillary Clinton contra Trump e pagou anúncios de jornais anti-Trump durante a campanha - provocando uma ameaça judicial de um advogado Trump - e endossou e angariou fundos para a Democrata.

Após a eleição presidencial, Fernandez mudou seu registro de eleitor de republicano para nenhuma filiação partidária. Ele teve uma experiência de exilado cubano que cresceu em New York e por isso é tão compassivo com os indocumentados. "Fui expulso de Cuba em 1964. Era véspera de Natal", disse. "Cheguei ao México com minha família, como cubanos indocumentados. Eu sei o que é estar escondido em um quarto de hotel para sair só à noite. Minha mãe não saiu desse quarto durante os seis meses em que estivemos no México", finaliza.

Fonte: Brazilian Times